Últimas no blog

Quem é ‘energúmeno’? Votação comparando Jair Bolsonaro e Paulo Freire tem resultado impressionante

domingo, 29 de dezembro de 2019
Votação comparando Jair Bolsonaro e Paulo Freire tem resultado impressionante

Após grande repercussão de mais algumas declarações do presidente Jair Bolsonaro, toda a mídia mais uma vez voltou sua atenção ao que foi dito. Na última segunda-feira (16), de Dezembro, na saída do Palácio da Alvorada, Bolsonaro chamou de “energúmeno” o educador Paulo Freire, patrono da educação brasileira e ainda afirmou que a TV Escola “deseduca”.

Dias depois, alguns seguidores sugeriram uma enquete aqui para definir em nossas mídias sociais quem o público escolheria como “energúmeno”; Bolsonaro ou Freire? Sim, concordamos que a enquete não tem cabimento, mas o resultado deixa reflexões importantes para a nossa sociedade e política atual.

Para supresa de muitos a votação superou as expectativas de interação do público e o resultado foi o que de fato nos surpreendeu. E com 2,8 mil votos, com 58% Paulo Freire foi definido pelo público, da página do Portal Absurdo no Facebook, como “energúmeno”, confira:


Na descrição da enquete explicamos, segundo o dicionário brasileiro, o que seria “energúmeno” e não temos certeza de que realmente os internautas entenderam a questão. Vamos relembrar o significado da palavra:

ENERGÚMENO: “Pessoa que age com violência, de forma irracional, brutal; desequilibrado, desatinado, indivíduo ignorante, boçal, imbecil.”, Segundo o dicionário da língua portuguesa.”

Mais alguém aqui concorda que um dos maiores educadores da história da humanidade seria “energúmeno”? Nós realmente não acreditamos no resultado. E por isso decidimos então falar um pouco da carreira de Jair e de Paulo.


Quem é Jair Messias Bolsonaro?


Jair Messias Bolsonaro nasceu em Campinas, São Paulo, no dia 21 de março de 1955. Filho de Perci Geraldo Bolsonaro e de Olinda Bonturi, ambos descendentes de famílias italianas.

Foi aluno da Escola Preparatória de Cadetes do Exército, de Campinas. Em 1977, formou-se na Academia Militar das Agulhas Negras, em Resende, Rio de Janeiro.

Cursou a Brigada de Paraquedismo do Rio de Janeiro. Em 1983, formou-se no curso de Educação Física do Exército. Chegou à patente de Capitão.

O que Jair Bolsonaro fez para o Brasil durante sua carreira?


Jair Bolsonaro (1955) é capitão da reserva do Exército e presidente eleito do Brasil. Filiado ao Partido Social Liberal (PSL), foi eleito o 38º presidente do Brasil, para o mandato de 2019 a 2022, com 55,13% dos votos.

Em 1986, ele liderou um protesto contra os baixos salários dos militares. Escreveu um artigo para uma revista de grande circulação no país, intitulado “O salário está baixo”.

Quem é Paulo Reglus Neves Freire ?


Não demora muito para descobrir quem foi essa personalidade para a história, dando um Google vemos milhares de referencias.

Paulo Freire nasceu em Recife, no ano de 1921, e faleceu na cidade de São Paulo, em 1997. Seu nome tornou-se notório tanto no âmbito nacional quanto internacional por suas pesquisas no campo da alfabetização.

O que Paulo Freire fez para o Brasil durante sua carreira?


Pelo seu trabalho incansável e pesquisas, recebeu nada menos que 41 títulos de doutor honorário em diversas universidades do mundo, inclusive Harvard e Oxford.

Todo empenho do patrono da educação brasileira, lhe rendeu além do mais diversos prêmios, por diferentes países e organizações, dentre eles o Prêmio Andres Bello, da OEA (Organização dos Estados Americanos), como Educador dos Continentes.

Atualmente Paulo Freire ainda é considerado um ícone da educação brasileira, respeitado e histórico. Amado por uns, odiado por outros ou até mesmo incompreendido, não muda o fato de que as obras de Freire falam por si e se tornaram um legado importante para o desenvolvimento da visão educacional moderna.

Senado aprova homenagem ao educador Paulo Freire

Ironicamente, um dia após Bolsonaro definir Paulo Freire como “energúmeno”, Senado aprovou homenagem ao educador. Assinado por vários senadores, previsão é de que a sessão no plenário seja realizada em 4 de maio de 2020, mês em que a morte de Freire completará 23 anos.