Pular para o conteúdo principal

O fermento da Vida


Certo moço foi criado sem o pai por perto e aprendeu, desde cedo, que deveria cuidar da mãe, dos tios, enfim, da família. Tornou-se ainda menino o homem da casa, e quando um menino é forçado a se tornar homem, ele desenvolve uma responsabilidade cruel.

Estudou muito e começou a trabalhar cedo, enfiou-se na frente de um computador, tornou-se especialista em programação e como bomnerd, de lá só saia para as noitadas e bebedeiras com poucos amigos. Nunca teve a intenção de criar vínculos, porque de aprisionamento ele entendia bem.

Saiu da cidade pequena e foi morar na capital. A vida apenas corria, até o dia em que ele resolveu ter um hobby, fazer algo diferente do que estava acostumado e se matriculou, vejam só, num curso de padeiro. A explicação era simples, cozinhar é uma forma de arte, e isso é um alívio para quem leva uma vida tão pragmática.

O engraçado é que apesar da intenção de ter um hobby, ele não deixava a ligação com o “pão de cada dia”.

As aulas começaram numa noite chuvosa de Sampa, obviamente ele chegou encharcado e tremendo de frio. Na sala grande e repleta de bancadas, estava reunido um pequeno grupo de cinco pessoas, uma delas, o padeiro, um senhor de uns sessenta e muitos anos, de chapéu de mestre cuca, avental impecavelmente branco e um sorriso de orelha a orelha.

A primeira aula demandava poucos conhecimentos, bastava saber o que era farinha, água, ovo e sal a gosto. E lá estava o moço, sovando uma massa morna e pesada, com força e vontade. Nada mais lhe passava pela cabeça, além da possibilidade de assar um pão e comê-lo ainda quente.

Tudo se tornou uma grande brincadeira, a sujeira da farinha, os ovos quebrados, a massa grudenta na mão, os pães queimados e as palavras de incentivo do mestre. E aquele homem precoce tornou-se um menino feliz, uma vez por semana, durante três horas. Aguardava ansiosamente por esses dias e seu mentor passou a ser seu melhor amigo. Era a primeira vez que alguém o orientava de forma lúdica, permitindo que ele fosse do seu jeito, com suas dificuldades e talentos.

E foi assim que aquele moço, de olhar triste e jeito de velho, começou a mudar. Seus dias de programador perderam o sentido e o computador já não tinha o mesmo apelo. Decidiu abandonar o trabalho e voltou para cidade pequena. Lá, abriu sua padaria e passou a fazer os melhores pães da região. Passou a sorrir, ganhou muitos amigos e perdeu o medo de ser aprisionado. Agora, ele era livre de sim mesmo.

Do mentor guardou as palavras sábias: “É possível sovar os sentimentos a vida toda, mas chega o dia em que eles se expandirão e necessariamente terão que passar pelo fogo. Os resultados poderão ser deliciosos”

Postagens mais visitadas deste blog

Símbolos Divinos: O Olho de Hórus e o Olho que tudo vê †

O simbolo mais usado de todos os tempos "O olho de Hórus" promove uma sensação boa (em mim) em muitos e ruim em alguns (nas pessoas que não conhecem sua história e acha que é algo satânico, oi?), o que muitos desconhecem é que o olho de Hórus não tem o mesmo significado do  "Olho da Providência" também conhecido como "Olho que tudo vê", que é usado de forma correta e as vezes incorreta, saiba um pouco mais sobre a diferença do significado de ambos.

13 Situações que aconteceram no Carnaval 2017 provam que o mundo não tem mais jeito

Depois de abrir seus olhos sobre a verdadeira face do Carnaval, no post 18 Coisas ridículas que acontecem no Carnaval e você nunca percebeu , aqui estamos nós mais uma vez para salvar sua vida com o top: 13 Situações que aconteceram no Carnaval 2017 provam que o mundo não tem mais jeito.

Uber pra que te quero?



Roberta, do 'BBB 17', faz ensaio sexy e temos 20 provas de que o internauta anda mais escroto

A Roberta, ex BBB 2017 mal saiu da casa e já começou usufruindo de seus cinco minutinhos de fama e tem muita gente com invejinha disso, sim!

Tudo estava indo bem com as notícias relacionadas ao ensaio da sister, até nos depararmos com diversos comentários escrotos na publicação sobre a foto da moça no site Ego. Selecionamos um comentário pior que o outro, mesmo assim sempre tem um que se salva:




01 - Síndrome de Peter Pan do Bullying!  02 - Não pode ver um MC Donalds e acha que todo mundo é igual
03 - Perdendo a virgindade...
04 - Mais um pros quinze milhões de desempregados/desocupados na internet!  05 - Vivemos uma opressão  06 - Melhor desculpa de quem não tem como pagar...  07 - Não ter espelho em casa a gente vê por aqui!  08 - A família tradicional brasileira também usa internet e tá sem dinheiro  09 - Como se alimentam? De onde vieram?  10 - Novo bordão no sense de uma recalcada anônima  11 - Invejosiane sofre ataque transfôbico  12 - A realidade de quem faltou nas aulas de redação