A Princesa do cabelo duro - parte 1


Olá queridos e queridas... de Zeus, estamos aqui mais uma, depois de um longo tempo sem aparecer vocês me perguntam por onde eu andei, e eu respondo não interessa, e é com essa aula de educação que pulamos para o que interessa, que é o que vou falar hoje. Todos nós, com exceção do elenco de Carrossel , adoramos lendas, a que vou contar nesta matéria é uma das que minha Avó, me contava, A Lenda da Maria Florzinha. 

Era uma vez... Odeio essas introduções de conto de fadas, mas enfim, uma garotinha magrinha do olho de pitomba que vivia reclamando de seu cabelo com sua mãe, que era tão pixaim que nem um pacto com o Diabo em 3D resolveria. Certo dia após juntar trocadinhos no seu porquinho (quem nunca?) correu para o Salão de Beleza mais próximo. Chegando lá com o saco de moedinhas a fofa que se chamava Maria ou pelos íntimos como "engolidora de espada" perguntou a dona do salão se tinha como ajuda-la, ao olhar para aquela desgraça de cabelo a mulher respondeu: "Querida só Jesus na causa". Maria educadamente respondeu: "Por favor me ajude, não aguento mais ser o bom brio da minha casa". Ao olhar para aquele rostinho de cabocla de Maria, a mulher logo respondeu: "Sente-se, pois com o poder de Zeus, você vai sair daqui mais linda que Beyoncé em comercial da Avon." 

Após mais ou menos 8 horas de trabalho a mulher que se chamava Zuleide virou Maria para o espelho para ver o resultado. Mijo, peido, e lagrimas foi o que ocorreu quando a nossa princesa do pixaim se viu no espelho.

O que aconteceu com o cabelo de Maria? Porque eu sinto que essa lenda tá mais pra palhaçada barata? Porque usei tanto diminutivo nesta matéria? Tudo isso e muito mais na segunda parte de A Lenda de Maria Florzinha, aqui na Globo, ops quer dizer no Portal Absurdo.