Site Links

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

, , , ,

Desligue a webcam, você está sendo monitorado: jornal The Guardian afirma monitoramento de agência espiã

Segundo informações do jornal britânico The Guardian, na última quinta-feira (27/02), a agência de espionagem GCHQ interceptou milhões de conversas com webcam, ou seja, eles sabem o que vocês fizeram no verão passado (de 2008 a 2010).


Já usou webcam do servidor Yahoo? Pois fique preocupado com aquelas chamadas de vídeo eróticas conversas íntimas entre amigos. Segundo informações do jornal britânico The Guardian, na última quinta-feira (27/02), a agência de espionagem GCHQ interceptou milhões de conversas com webcam, ou seja, eles sabem o que vocês fizeram no verão passado (de 2008 a 2010). Os arquivos foram entregues pelo destruidor de relacionamentos, mais conhecido como ex-analista da Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos (NSA), Edward Snowden.

Para se ter ideia, o programa de vigilância Optic Nerve, salvava aleatoriamente uma imagem a cada cinco minutos dos chats com webcam do Yahoo e as transferia para a agência. Muito mais sério do que se possa imaginar, o sistema começou como protótipo em 2008 e ainda estava ativo em 2012, foi criado para testar o reconhecimento facial automático, monitorar alvos da GCHQ e revelar novos alvos.

Esta não é a primeira vez, num período de seis meses em 2008, a GCHQ recolheu imagens de conversas com webcam de mais de 1,8 milhão de usuários em todo o mundo. "É uma política de longa data não fazer comentários sobre assuntos de inteligência", disse um porta-voz da agência.

Outra curiosidade, as imagens de webcam foram incorporadas às ferramentas de busca da NSA, com documentos disponíveis para seus analistas. Parece novidade, porém a NSA e a GCHQ atuaram em parceria durante décadas. A aliança incluía compartilhamento de informações por meio de um esquema conhecido como acordo UKUSA. Países como Canadá, Austrália e Nova Zelândia foram monitorados.

A boa notícia disso tudo, é que a agência GCHQ adotou restrições na coleta de imagens de sexo explícito, mas para a tristeza de alguns, nem sempre o software era capaz de diferenciá-las de outras fotografias. Daí já viu no que deu, né? Minhas amigas tão solteiras! Se você também está torcendo pra essa agência não sonhar com o Brasil, levante a mão!

#dica (do tipo, Oi? qual a relação com o assunto?) Depois disso, bateu uma saudade de assistir o filme: George Well (1984)



Fonte: The Guardian/ Reuters

Top Ad 728x90