Ads Top

[Resenha] Oito discos incrivéis que você precisa ouvir de Avicii, Paul McCartney e Sepultura e mais

http://2.bp.blogspot.com/-CQ4fGHwJzmc/UnG1ejNr2kI/AAAAAAAABDE/bUBFIrcg1Oc/s1600/Rezenha.jpg

Em épocas onde é lançado um álbum por dia, só que não o da cantora Beyoncé que pela demora deve estar vindo de Marte, nossa redação selecionou 8 discos que você deveria ouvir antes do Apocalipse ou (antes mesmo) do Eminem falar merd@, de novo.

A lista completa uma variedade de estilo rock, pop, eletrônica e heavy metal, do nacional ao internacional. Seguindo a ordem destaque, boas e quem sabe ouvir no quadro "Oito Discos Incríveis". Os críticos? jovens comuns apaixonados/adoram palpitar sobre música. Comentando com precisão e avaliando o álbum em si. Critérios? gosto pessoal, então por favor caso não curta a lista em si, apenax ignore esta publicação. Sem barraconey, pfvr!


1 - Sem mencionar o glorioso passado da banda que revolucionou a cultura pop no início do século XX, com os Beatles, recentemente Paul McCartney decidiu não perder o fôlego e criar mais um clássico, "New", seu mais recente álbum. Antes deste, o “Kisses on the bottom”, de 2012, Paul, parece ter se divertido muito com a produção. Vale mencionar também o radical "Fireman", literalmente um mergulho na eletrônica que rendeu três discos, entre 1993 e 2008. Voltando à seu novo disco.



A primeira da lista "Save Us"  e outras como "Alligator", "Apprecieate" e "New" (título do álbum), são aqueles tipos de faixa que unem sample inesquecível e vocal impecável e poderá salvar a sua playlist, ou exagerando um pouco, até mesmo a música atual. Ah, sim! tracks como "On My Way To Work", "Queenie Eye", "Looking At Her" e "Hosanna" não podem ficar de fora. Avaliação: 9,5.


2 - Com tentativa de afogar o personagem Hanna Montana quase frustrada no disco "Can't Be Tamed", de 2010, Miley Cyrus poderia ter realizado com êxito o "adeus" a personagem infantojuvenil pós apresentação no VMA 2013? A resposta para nós, realmente não importa. O que realmente conta é o trabalho maravilhoso de seu recente "Bangerz" que vai do hip hop ao pop e está imperdível.

"Adore You" foi a escolha perfeita para causar melhor impressão possível, desde os primeiros 30seg dessa primeira faixa em "Bangerz". Hitz como "We Can't Stop", "Wrecking Ball" e possível novo single "SMS (Bangerz)", com participação de Britney Spears, são as melhores. Escute também "Fu", "Drive" e "Do My Thang" e mude seu conceito sobre Miley Cyrus. Avaliação: 10.


3 - De imediato "Wake Me Up" tornou-se um verdadeiro hit no mundo inteiro e permanece até hoje no topo das principais paradas musicais. É uma maravilha! Tim Bergling, conhecido como Avicii, consegue unir o mundo da música eletrônica ao country no álbum "True", de modo inquestionável.

A minha preferida é "Addicted To You" com o potente vocal de Mac Davies (de 71 anos, trabalhou com Elves Presley). "Dear Boy" é animadíssima e suave no vocal da cantora de folk Audra Mae. Não deixe de ouvir "Shame On Me", "Hope There's Someone", "Lay Me Down" (feat. Adam Lambert) e "Heart Upon My Sleeve", são espetaculares. Avaliação: 8.


4 - O grupo feminino Fifth Harmony foi formado na segunda temporada do reality show musical X - Factor EUA. Acho que alguns de vocês devem as conhecer já né?! As garotas lançaram este EP - "Better Together"  - que traz 6 músicas inéditas. O primeiro disco de estúdio completo das novas divas do momento será lançado em breve.

"Me & My Girls" é uma faixa típica de trilha sonora de melhores amigas, que se divertem juntas apenas cantando suas músicas favoritas, e isso é demais. Nesse ritmo animado escute também "Don't Wanna Dance Alone" e "Better Together". Enquanto isso, as faixas "Who Are You" e "Miss Movin'On" são a trilha sonora de um relacionamento e também fala de superação. Não deixe de ouvir "Leave My Heart Out Of This". Avaliação: 7.


5 - Mesmo a crítica especializada apontando "Prism" como 'o mesmo do mais' do anterior "Teenage Dream", Katy Perry conseguiu passar sua mensagem. De uma mulher forte, decidida, que vai a luta e ressurge das cinzas como ninguém. A cantora conseguiu dividir opiniões entre os fãs. E parece que tudo serviu para alavancar o sucesso, de críticas e vendas, do álbum.

"Roar" é uma espécie de faixa, que ao meu gosto, eu precisei ouvir inúmeras vezes para me agradar. "Lengedary Lovers", "International Smile", "This Moment" e "Spiritual" são amor à primeira vista. Para levantar da cadeira vamos de "Walking On Air" e "Dark Horse". Não deixe de ouvir "This Is How We  Do",  "Inconditionally", "Love Me", "Ghost" e "Double Rainbow". Avaliação: 8,5.


6 - Há 12 anos Cher lançou novidade, eu ainda era pivete [rs], mal sabia de quem se tratava, mas já adorava. A Mãe do POP resolve encarar a música atual e lançou em setembro o eletrizante "Closer To The Truth", que mesmo com a crítica, apesar de aplaudir, classifica o álbum como repetitivo. O disco é um sucesso desde seu lançamento.

"Woman's World" é alto astral, levanta a moral feminina e foi o primeiro single de "Closer To The Truth". "Take It Like A Man" e "Dressed To Kill" deveriam ser single. Eis o novo hino Gay "Lovers Forever", a cara de todas as temporada de queer as folk. Escute com urgência as faixas "I Walk Alone", "I Hope You Find It", "Favorite Scars" e "Lie To me", são lindas. Avaliação: 8.


7 - Depois do sucesso do álbum "Sete Vezes", de 2008, O Rappa retorna com o magnífico álbum "Nunca Tem Fim", onde cada faixa deveria ser hit. Não sou fã, não precisa ser para admitir isso. Basta apenas observar a mensagem ditada, os arranjos e melodias em si. Marcelo Falcão consegue exprimir em seu vocal uma mensagem insatisfatória sobre o sistema atual. Coisa que ele faz como ninguém e isso é fora de comum.

Eu poderia ir fundo comentando faixa a faixa, mas o tempo é curto para este quadro. "O Horizonte é Logo Ali", "Auto-Reverse", "Boa Noite Xangô" e "Fronteira (D.U.C.A)", são aquele tipo de música que te fala algo e você entende mas não sabe explicar. "Cruz de Tecido" e "Anjos (Pra Quem Tem Fé)" além de uma mensagem interrogativa sobre vida, sociedade e atualidade é o tipo de música que não sai da cabeça. As melhores. E para não perder a emoção escute "Doutor Sim, Senhor!", "Sequencia Terminal", "Vida Rasteja" e "Um Dia Lindo" (part. Edi Rock). Avaliação: 10.


8 - Prestes a completar 30 anos de existência, a banda Sepultura lançou no ´dia 25 de Outubro, o álbum “The mediator between head and hands must be the heart” (comentado aqui). A crítica especializada o defini como um disco entre canções rápidas, agressivas e brutais. Entre tanto, com o peso do groove  tornando o disco menos agressivo, a banda consegue passar uma mensagem de característica crítica sobre os temas sociedade, cotidiano, religião e outros.

As minhas preferidas são "The Vacation", "Manipulation Of Tragedy", "Obsessed" e "The Age Of The Atheist". A primeira faixa do álbum, "Trauma Of War" começa sutil e aos 43seg. dispara. Nunca ouviu nada do gênero Heavy Metal? Então escute as mais 'calminhas' "Impending Doon", "Tsunami" e "Grief". Não deixe de ouvir "Da Lama Ao caos", cover em homenagem à Chico Science (Nação Zumbi).

Redação: Niedja Willians e Ivan Christeson
Tecnologia do Blogger.