Digite algo e pressione enter

author photo
By On

A novela Amor a Vida está causando com histórias polêmicas e personagens de personalidade forte. Uma das favoritas do momento é Nicole, interpretada pela fofa da Marina Ruy Barbosa, a personagem tem uma doença terminal e vai se casar com Tales (Ricardo Tozzi). Mas, quando os dois estão prestes a subir ao altar, ele é desmascarado, juntamente com a amante, Leila (Fernando Machado), já que querem apenas o din din da jovem.

Abalada, Nicole morre. E, no dia 12, volta do pantano a trama como fantasma (BAM) para infernizar o casal mau carater. Para fazer as cenas, o autor Walcyr Carrasco consultou a Federação Espírita do espirita do estado de São Paulo, é claro para não criar coisas fora do contexto.

Você acredita que há espiritos entre nós? Alguns dirigentes espiritas comentaram sobre o assunto para a revista Tititi:

Julia Nezu, presidente da União das Sociedades Espíritas do Estado de São Paulo.

"Isso acontece quando o espírito fica revoltado e não perdoa alguém. Ele volta para assombrar, como num processo de obsessão. Assim, faz a pessoa que lhe causou sofrimento. Assim, faz a pessoa que lhe causou sofrimento pensar negativamente e se prejudicar. Normalmente, são os espíritos que não tem uma elevação suficiente. Quem estiver diante desse fenomeno precisa procurar casas espíritas para esclarecer esse espírito que, então, descansará em paz. Porém, também há espíritos bons que voltam, mas esses sentem saudade de seus familiares e sao como anjos da guarda".

Hilda Cremonini, do Centro Espírita Nosso Lar Casas André Luiz.

"Espíritos como o da Nicole não vão embora por não entenderem que desencarnaram. Continuam vivendo na casa em que moravam, indo ao trabalho e fazendo as coisas de seu cotidiano... Como não são percebidos, sofrem e se sentem menosprezados. Isso só vai mudar quando passarem a pensar em Deus e Jesus por meio de nossas orações".

Há muito a ser estudado sobre o desencarnar do corpo, mas quem não tem paciência de ler um livro, assista ao filme "E a Vida Continua" que mostra um pouco dessa situação de obsessão: