Pular para o conteúdo principal

Análise crítica: Stars Dance, o novo álbum da Selena Gomez de 0 a 10


Da Disney para o mundo, Selena Gomez (saudades de Love You Like A Love Song) divulgou no inicio desta semana, todas as faixas do seu novo álbum intitulado Stars Dance, tem 13 músicas, e nem a música que dá titulo ao disco se salva. Vamos a uma análise desse produto comercial, aviso logo que pouca coisa se salva.



Começando claro, com o primeiro single "Come & Get It", que com a introdução ameaçou até a presta, mas não prestou, letrinha boba, o clipe é muito legal ela tá linda, mas... hum vamos pra próxima.



Falta palavras pra descrever o tão ruim "Birthday" que abre o disco é, minha gente que música é essa? Parece festa de criança de 2 anos, se bem que nem uma criança nessa idade ia aguentar ouvir isso, nem Justin Bieber faria algo tão chato assim, ai ai minha alma tá saindo do corpo, música pra exorcismo, passa.



Não reclamem de "Like a Champion", é legal pra remexer, a introdução é meio afro, e o refrão é muito pagajoso.



"Save The Day" que deveria se chamar Save The Disco, já que esse cd precisa de uma salvação de Marcos Malafaia com Irmã Zuleide, é bacana, a anterior que se chama "Forget Forever" também é ótima vale a pena buscar.



Calma galera que isso não é mais uma parceria de Nick Minaj, "B.E.A.T." é a fusão do ruim com o bom, dá pra ouvir num dia de tédio, mas como a ultima opção de entretenimento.

Tá ai a análise rápida do álbum da Selena, tem uma música chamada "Nobody Does It Like You" que é boa pra quem curte um batidão, mas francamente, a S poderia voltar com algo mais pop pop ao invés de seguir a modinha pop dance que já deu no saco, esse disco recomendo pra todos os meus inimigos, NOTA 4 já que apenas 4 músicas se salvam, pra vocês terem uma ideia, enquanto estou escrevendo essa matéria, minha irmã tá do meu lado ouvindo funk proibidão, e tô gostando mais do que minha irmã está ouvindo no celular tijolão. Disco pra lavar panela de pressão suja de feijoada, você abre tá aquela desgraça e coloca esse cd pra ficar mais desesperado ainda. Ok parei...


Postagens mais visitadas deste blog

Símbolos Divinos: O Olho de Hórus e o Olho que tudo vê †

O simbolo mais usado de todos os tempos "O olho de Hórus" promove uma sensação boa (em mim) em muitos e ruim em alguns (nas pessoas que não conhecem sua história e acha que é algo satânico, oi?), o que muitos desconhecem é que o olho de Hórus não tem o mesmo significado do  "Olho da Providência" também conhecido como "Olho que tudo vê", que é usado de forma correta e as vezes incorreta, saiba um pouco mais sobre a diferença do significado de ambos.

13 Situações que aconteceram no Carnaval 2017 provam que o mundo não tem mais jeito

Depois de abrir seus olhos sobre a verdadeira face do Carnaval, no post 18 Coisas ridículas que acontecem no Carnaval e você nunca percebeu , aqui estamos nós mais uma vez para salvar sua vida com o top: 13 Situações que aconteceram no Carnaval 2017 provam que o mundo não tem mais jeito.

Uber pra que te quero?



Roberta, do 'BBB 17', faz ensaio sexy e temos 20 provas de que o internauta anda mais escroto

A Roberta, ex BBB 2017 mal saiu da casa e já começou usufruindo de seus cinco minutinhos de fama e tem muita gente com invejinha disso, sim!

Tudo estava indo bem com as notícias relacionadas ao ensaio da sister, até nos depararmos com diversos comentários escrotos na publicação sobre a foto da moça no site Ego. Selecionamos um comentário pior que o outro, mesmo assim sempre tem um que se salva:




01 - Síndrome de Peter Pan do Bullying!  02 - Não pode ver um MC Donalds e acha que todo mundo é igual
03 - Perdendo a virgindade...
04 - Mais um pros quinze milhões de desempregados/desocupados na internet!  05 - Vivemos uma opressão  06 - Melhor desculpa de quem não tem como pagar...  07 - Não ter espelho em casa a gente vê por aqui!  08 - A família tradicional brasileira também usa internet e tá sem dinheiro  09 - Como se alimentam? De onde vieram?  10 - Novo bordão no sense de uma recalcada anônima  11 - Invejosiane sofre ataque transfôbico  12 - A realidade de quem faltou nas aulas de redação