A princesa do cabelo duro - parte 2


Olá desocupados pessoas inteligentes, vamos logo para a segunda parte dessa bagaça história maravilhosa, A lenda da Maria Florzinha, ou melhor, A princesa do cabelo duro.

Após virar-se para ver o resultado de suas madeixas, Maria ficou em espanto, seu cabelo que antes era pixaim, estava do mesmo jeito, ou seja, a potencia máxima de Seda S.O. S, escova progressiva 3.0, não fizeram efeito nenhum. No mesmo instante todos que ali estavam riram da cara de Maria, que saiu ao choro dali.

Ao chegar à sua casa e ser ver no espelho, nossa princesa jurou se vingar de todas as pessoas que a humilhou, ou seja, toda a cidade, após sair de sua casa de barro, Maria se deparou com a oportunidade de fazer sua primeira vitima, seu vizinho, Cleybson. Primeiro cuidou de seduzi-lo, o que foi fácil, já que muitos homens só se importam em ter um buraco pra abalar com a ficada, o adolescente de 18 anos crente que ia ganhar um “chá de” acabou tomando no fiofó, Maria jogou seus cabelos de pedra no rosto de Cleybson, o que já era acabado pela feiura ficou mais ainda.

Maria ficou impressionada com o poder de seu cabelo, e logo fez sua lista de vingança, foi um massacre em toda a cidade, todos estavam se cagando de medo e já apelidaram a moça como Maria Florzinha, já que sempre que fazia uma vitima, deixava uma flor no local do crime. Maria era procurada pela policia por todo lugar, mas ninguém a encontrava, o mais estranho era que quando alguém mencionava seu nome três vezes no escuro levava chicotadas dos cabelos da perigosa garota.

Será que Maria foi estuprada e morta por um caminhoneiro e virou um espirito? Porque essa lenda está sem pé nem cabeça? Seria Xuxa a nova Nina para o desespero de Carminha? Todas essas respostas no ultimo capitulo de história.

Me encontrem no facebook, beijos Bucelina Flácida.
Tecnologia do Blogger.