terça-feira, 12 de junho de 2012

author photo
Continue depois da pub 💁...


UM SONHO NUM SONHO
(de Edgar Allan Poe)


Este beijo em tua fronte deponho!
Vou partir. E bem pode, quem parte,
francamente aqui vir confessar-te
que bastante razão tinhas, quando
comparaste meus dias a um sonho.
Se a esperança se vai, esvoaçando,
que me importa se é noite ou se é dia...
ente real ou visão fugidia?
De maneira qualquer fugiria.
O que vejo, o que sou e suponho
não é mais do que um sonho num sonho.
Fico em meio ao clamor,
que se alteia de uma praia, que a vaga tortura.
Minha mão grãos de areia segura
com bem força, que é de ouro essa areia.
São tão poucos! Mas, fogem-me, pelos
dedos, para a profunda água escura.
Os meus olhos se inundam de pranto.
Oh! meu Deus! E não posso retê-los,
se os aperto na mão, tanto e tanto?
Ah! meu Deus! E não posso salvar
um ao menos da fúria do mar?
O que vejo, o que sou e suponho
será apenas um sonho num sonho?

ps. peso desculpas pela minha ausência essas ultimas semanas tenho passado por alguns imprevistos que não me permitiram realizar minhas publicações mais estou fazendo o possível para regularizar isso...

Grata pela atenção...
Renata Gomes!
Não pare agora, fique com a gente 😍...
Deixe sua opinião:
Próximo artigo Próximo Post
Artigo anterior Post anterior

Publicidade

Publicidade